Quais os pontos fortes e fracos de sua carreira artística?

Assim como nas empresas e demais organizações, nas carreiras artísticas também é importante mapear os pontos fortes e fracos, bem como as oportunidades e ameaças presentes no setor cultural.

A análise deve ser realizada em todos os aspectos envolvidos, tais como a qualidade artística e técnica, a estrutura, a organização, o clima interno, a distribuição, a comunicação e o marketing.

SWOT vem do inglês Strengths (Forças), Weaknesses (Fraquezas), Opportunities (Oportunidades) e Threats (Ameaças), um bom planejamento consiste colocar em prática essas simples palavras.

Forças são todos os pontos positivos que você possui em relação aos seus concorrentes. Para descobrir suas principais forças, faça um exercício de análise, focando nas seguintes questões:

  • Quais são seus pontos fortes?
  • Qual o diferencial da sua carreira como artista para os demais concorrentes?
  • O seu marketing está dando resultados?
  • Você conhece o que os seus fãs desejam?
  • Como a mídia vê o seu trabalho?

Em relação às fraquezas podemos dizer que é tudo que trará desvantagem para sua carreira. Para isto, é fundamento ser crítico consigo mesmo a fim de conseguir tirar vantagem e corrigir os erros. Para esta análise, você poderá usar as mesmas perguntas usadas em Forças para análise das Fraquezas com uma visão inversa do cenário.

A oportunidade compreende em um tudo que poderá te levar a conquistar o público em diferentes ambientes, saber utilizar das fraquezas de seus concorrentes ao seu favor:

  • Sua área de atuação está em alta no mercado?
  • Saberá lidar com rejeições?
  • Manterá o pé no chão alcançando estabilidade e reconhecimento na sua área?

Realizando estas análises, podemos identificar que as ameaças vêm a ser tudo que impede o artista de chegar ao seu objetivo em relação a sua carreira.

Seja sempre sincero com você mesmo ao realizar este tipo de análises, pois só assim você terá uma visão real sobre sua carreira e poderá estruturar de uma melhor forma suas ações.

Para que os planos e metas sejam alcançados, é necessário potencializar suas forças, eliminar as fraquezas, aproveitas as oportunidades e contornar as ameaças.

O uso da metodologia PDCA (Planejar, Desenvolver, Checar e Agir), é importante para o acompanhamento do projeto, pois seguindo este padrão será mais fácil analisar e corrigir rapidamente futuros problemas e se aproveitar das oportunidades.

Forças, fraquezas, oportunidades e ameaças vivem em constante processo de modificação, no qual é necessário estar sempre atento à suas alterações para se obter vantagem competitiva perante seus concorrentes de mercado.